A vida só tem um sentido, e o único sentido que a vida tem é quando investimos nossa vida na vida dos outros, ou quando encarnamos a luta dos outros como se ela fosse nossa, a luta do coletivo. Esta é a lida do Promotor de Justiça: lutar pela construção contínua da cidadania e da justiça social. O compromisso primordial do Ministério Público é a transformação, com justiça, da realidade social.


Pesquisar Acervo do Blog

Seguir por E-mail

Seguidores

20 de novembro de 2013

A palavra é de prata. O silêncio é de ouro.

 
Conta-se que, em certo país, determinado turista estranhou que ali se falasse tão pouco. Foi quando um amigo lhe explicou:
 
- É que nós temos aqui uma lei especial.
 
- É proibido falar?!... Lei de não falar?!
 
- Não - esclarece o outro -, não é bem assim. A lei diz que "todo mundo está proibido de falar... a menos que possa melhorar o silêncio".

* * *

O rosto, quando surpreendido em seus momentos de verdade, traduz tudo que vai por dentro. Escreve com sua mímica. Os pensamentos lançam mensagens que são interpretadas pela fisionomia de cada um.

(...)

Um orador deve traduzir no rosto sua alma verdadeira. Quando não tem "alma" e não tem "verdade" é melhor que se cale. Sua voz vai desmentir suas palavras; sua palavras vão desmentir seus gestos; seus gestos vão desmentir seu rosto. Estará fabricando uma dízima periódica de coisas inautênticas e não tocará ninguém. 
 
(BLOCH, Pedro. Você quer falar melhor?. Rio de Janeiro: Bloch Editores, 1967, pp. 91 e 93)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atuação

Atuação

Contra a Corrupção

Dicionário

iDcionário Aulete

Cartilha do Jurado

Cartilha do Jurado
Clique na imagem. Depois de aberta, clique na parte inferior direita para folhear.

Você sabia?

Você sabia?

Paradigma

O Ministério Público que queremos e estamos edificando, pois, com férrea determinação e invulgar coragem, não é um Ministério Público acomodado à sombra das estruturas dominantes, acovardado, dócil e complacente com os poderosos, e intransigente e implacável somente com os fracos e débeis. Não é um Ministério Público burocrático, distante, insensível, fechado e recolhido em gabinetes refrigerados. Mas é um Ministério Público vibrante, desbravador, destemido, valente, valoroso, sensível aos movimentos, anseios e necessidades da nação brasileira. É um Ministério Público que caminha lado a lado com o cidadão pacato e honesto, misturando a nossa gente, auscultando os seus anseios, na busca incessante de Justiça Social. É um Ministério Público inflamado de uma ira santa, de uma rebeldia cívica, de uma cólera ética, contra todas as formas de opressão e de injustiça, contra a corrupção e a improbidade, contra os desmandos administrativos, contra a exclusão e a indigência. Um implacável protetor dos valores mais caros da sociedade brasileira. (GIACÓIA, Gilberto. Ministério Público Vocacionado. Revista Justitia, MPSP/APMP, n. 197, jul.-dez. 2007)