A vida só tem um sentido, e o único sentido que a vida tem é quando investimos nossa vida na vida dos outros, ou quando encarnamos a luta dos outros como se ela fosse nossa, a luta do coletivo. Esta é a lida do Promotor de Justiça: lutar pela construção contínua da cidadania e da justiça social. O compromisso primordial do Ministério Público é a transformação, com justiça, da realidade social.


Pesquisar Acervo do Blog

Seguir por E-mail

Seguidores

15 de outubro de 2009

O Promotor do Júri


Em O Homem Medíocre, ensinou José Ingenieros: Os idealistas românticos são exagerados, porque são insaciáveis. Sonham mais, para realizar o menos; compreendem que todos os ideais contêm uma partícula de utopia, e perdem alguma coisa, quando os realizam: de raças ou indivíduos, nunca se integram como se pensam. Em poucas coisas o homem pode chegar ao ideal que a imaginação assinala: sua glória está em mandar em direção dele, sempre inatingido e inatingível. Disse mais: Quando colocamos a proa visionária na direção de uma estrela qualquer e nos voltamos às magnitudes inalcançáveis, no afã de perfeição e rebeldes à mediocridade, levamos dentro de nós, nesta viagem, a força misteriosa de um ideal. Quem deixa essa força se apagar, ficando simplesmente inerte, não passa da mais gelada bazófia humana. (...) O ideal é um gesto do espírito em direção a alguma perfeição.

Resumindo, todo ideal é exagerado. Precisa sê-lo.

Após mais de duas décadas atuando pela defesa da vida e da sociedade na magna instituição do Tribunal do Júri, no dia 1º de outubro de 2009, Edilson Mougenot Bonfim, titular de mente brilhante e de retórica arrebatadora, “aposentou-se” como Promotor de Justiça, por força de promoção ao cargo de Procurador de Justiça do Ministério Público paulista.

Livre de qualquer saudosismo, não é exagero – mas a mais pura verdade – afirmar que Edilson Mougenot Bonfim foi tão importante para o Tribunal do Jurado e ao Ministério Público como foi Roberto Lyra, apodado por príncipe dos promotores. Dois príncipes, cada um a seu tempo.

O Promotor do Júri por excelência, Edilson Mougenot Bonfim é paradigma a ser perseguido por todos que têm o privilégio de ocuparem a Tribuna da Sociedade.

Há uma síntese de Buffon de que o estilo é o homem, isto é, na escrita e na palavra oral se exterioriza a personalidade. Falando ou escrevendo, Edilson Mongenot Bonfim é um gênio. Essa também foi a conclusão do grande defensor Waldir Troncoso Peres ao afirmar que Edilson Mougenot Bonfim chega à genialidade (in prefácio ao livro O julgamento de um serial killer – O caso do maníaco do parque”, São Paulo: Malheiros).

Edilson Mougenot Bonfim, um Promotor de Justiça dotado de ideal radical (e não sectário), firmado nas raízes, despido de convicções rasas, superficiais, medíocres, que sempre pautou suas ações e posturas pela solidez, liberto da indefinição dissimulada e das certezas medíocres.

Somos o que fazemos. Nos dias em que fazemos, realmente existimos: nos outros duramos, disse o grande Antônio Vieira. Edilson Mougenot buscou e fez por existir como Promotor de Justiça. Um exemplo a ser mirado e seguido. Não um mas o Promotor do Júri.

Por César Danilo Ribeiro de Novais, Promotor de Justiça (MT) e editor do blog www.promotordejustica.blogspot.com.

9 comentários:

Paulo Ricdardo Aloise disse...

Pessoa admirável, desde a juventude, sempre buscando a "excelência" em todos os seus empreendimentos, um grande honra haver conhecido e convivido com o jovem e hoje Dr. Edilson Mougenot Bonfim.

Anônimo disse...

Oratória inigualável. Vejam "No Tribunal do Júri". Carlos Amadeu

Marcos Comaine disse...

Quem como eu, vi o Dr. Edilson Mougenot Bonfim na tribuna, sei exatamente a dimensão do gênio. O mais completo orador que o júri brasileiro já produziu.

Anônimo disse...

Parabéns pela matéria...

Abços Rodrigo

Henrique Golin disse...

O trabalho literário do colega Edilson também é muito bom... Espero que a promoção possibilite que ele aumente a produção de obras, e quem sabe possa reeditar classicos como "Júri, do inquérito ao plenário". Henrique Golin/MPGO

Belle disse...

Parabéns!!!!!!! Merecido!!!!!! by Elane Mugrabi, Porto Velho - RO / e-mail: juridico_sm1230@hotmail.com

Anônimo disse...

Melhor que Lyra!
Paulo Pinheiro

Anônimo disse...

Parabéns eu como jovem estudante de direito
tenho muita admiração ao promotor pois é
a área que eu espero exerce ao termino da minha
faculdade ....com a promoção pois agora nos proporciona novas obras literárias .....

denise disse...

parabéns

Dr. Edilson Mougenot Bonfim

Postar um comentário

Atuação

Atuação

Contra a Corrupção

Dicionário

iDcionário Aulete

Cartilha do Jurado

Cartilha do Jurado
Clique na imagem. Depois de aberta, clique na parte inferior direita para folhear.

Você sabia?

Você sabia?

Paradigma

O Ministério Público que queremos e estamos edificando, pois, com férrea determinação e invulgar coragem, não é um Ministério Público acomodado à sombra das estruturas dominantes, acovardado, dócil e complacente com os poderosos, e intransigente e implacável somente com os fracos e débeis. Não é um Ministério Público burocrático, distante, insensível, fechado e recolhido em gabinetes refrigerados. Mas é um Ministério Público vibrante, desbravador, destemido, valente, valoroso, sensível aos movimentos, anseios e necessidades da nação brasileira. É um Ministério Público que caminha lado a lado com o cidadão pacato e honesto, misturando a nossa gente, auscultando os seus anseios, na busca incessante de Justiça Social. É um Ministério Público inflamado de uma ira santa, de uma rebeldia cívica, de uma cólera ética, contra todas as formas de opressão e de injustiça, contra a corrupção e a improbidade, contra os desmandos administrativos, contra a exclusão e a indigência. Um implacável protetor dos valores mais caros da sociedade brasileira. (GIACÓIA, Gilberto. Ministério Público Vocacionado. Revista Justitia, MPSP/APMP, n. 197, jul.-dez. 2007)