A vida só tem um sentido, e o único sentido que a vida tem é quando investimos nossa vida na vida dos outros, ou quando encarnamos a luta dos outros como se ela fosse nossa, a luta do coletivo. Esta é a lida do Promotor de Justiça: lutar pela construção contínua da cidadania e da justiça social. O compromisso primordial do Ministério Público é a transformação, com justiça, da realidade social.


Pesquisar Acervo do Blog

Seguir por E-mail

Seguidores

8 de maio de 2018

Lançamento: "A Defesa da Vida no Tribunal do Júri" - 2a Edição (2018)


Temas abordados:

Princípios do Tribunal do Júri
Pena Imediata no Júri
Legítima Defesa
Homicídio Emocional
Desistência Voluntária na Tentativa de Homicídio
Feminicídio
A Mentira do Acusado
Prova Indiciária no Júri
Prova Policial no Júri
A Vontade de Matar
Apartes
In dubio pro vita
Colaboração Premiada no Júri
Desaforamento Interestadual
A Síndrome do Piu-Piu no Tribunal do Júri
Absolvição por Clemência
Por que Punimos?
O Discurso do Promotor de Justiça no Júri
A Missão da Defesa no Júri
Juiz Presidente
A Otimização da Atuação do Ministério Público no Júri
Veredicto Teratológico
Sete Pessoas e Uma Sentença
Desaforamento Interestadual
Revisão Criminal de Condenações do Júri
Hermenêutica Penal da Sociedade
O Efeito Borboleta e a Morte da Borboleta Azul
Perorações
E outros temas afetos ao Tribunal do Júri, Ministério Público e Hermenêutica Jurídica

Adquira um exemplar:

R$60,00 (livro) + R$7,50 (frete) - via depósito ou transferência bancária

Pedido via e-mail: vidanojuri@yahoo.com  (sem o .br)


******************************************************************************


O autor é notável Promotor de Justiça, orgulho do Ministério Público brasileiro, vocacionado para a árdua missão de defender a sociedade e, em especial, o direito à vida no Tribunal do Júri, templo sagrado da justiça. A obra, “A Defesa da Vida no Tribunal do Júri”, é obrigatória para quem labuta no Tribunal Popular, configurando valioso contributo para o engrandecimento da instituição do Júri.

Márcio Schlee Gomes, Promotor de Justiça no Rio Grande do Sul

***

O autor retrata o Tribunal do Júri como verdadeiramente é: um Tribunal de Defesa da Vida. Imprescindível para aqueles que são constitucionalmente vocacionados à defesa da sociedade. O livro já tem espaço garantido na estante dos clássicos sobre o Tribunal do Júri.

Sandro Carvalho Lobato de Carvalho, Promotor de Justiça no Maranhão

***

Motivado, brilhante, culto e uma fortaleza em defesa da vida. Com humildade e visão elevada, o autor compartilha com os leitores sua missão de fazer a diferença no Tribunal do Júri.

Ana Maria Saldanha Gontijo, Promotora de Justiça em Rondônia

***

Rico! Calçado em notória experiência prática e acentuado conteúdo ideológico. Apaixonante para os amantes do Júri.

Danni Sales Silva, Promotor de Justiça em Goiás

***

Este deve ser o livro de cabeceira de todo Promotor do Júri. De fácil consulta e pontual nas abordagens práticas e jurídicas, reflete a experiência do autor, que tem se consagrado na tribuna da sociedade, sempre defendendo a vida. Leitura obrigatória!

Rodrigo Aquino Silva, Promotor de Justiça no Pará

***

Livro de consulta obrigatória para todos que têm a honra de ocupar a tribuna da sociedade. O autor realiza proficiente estudo sobre as questões afetas à Curadoria da Vida. A obra consiste em verdadeiro marco teórico para a doutrina penal e processual penal aplicada ao Tribunal do Júri.

Caio Márcio Loureiro, Promotor de Justiça em Mato Grosso

***

Nesta obra, o autor, inteligente e combativo Promotor de Justiça, desvela vários sofismas e falácias do chamado mundo jurídico, para assim construir e apresentar, de maneira clara e contundente, o correto caminho rumo à proteção eficiente do mais valioso bem que o ser humano possui: a vida.

Fernando Martins Zaupa, Promotor de Justiça em Mato Grosso do Sul

***

 Promotor de Justiça por excelência, o autor se debruça, nesta obra, com fervor, na defesa da vida, diretamente ligada à sua atuação no Tribunal do Júri, algo que faz com tal paixão e tamanha intensidade que se torna o seu chamamento espiritual. Obra de escol que vale a pena ter, ler e refletir.

Silvia Regina Becker Pinto, Promotora de Justiça no Rio Grande do Sul

***

Temos aqui um belo retrato da mudança de conceitos. Antigamente a comunidade jurídica imaginava o bom jurista como sendo aquele ostentador de carreira longeva e muita experiência. O jovem autor, César Danilo Ribeiro de Novais, espanca tal concepção neste excelente trabalho, elaborado com sensibilidade de quem enfrenta – e diariamente trata – matéria de relevante valor para a sociedade, em que transcende a atuação do Ministério Público na defesa intransigente da vida e dos valores sociais. É um rico presente aos estudiosos e aplicadores do Direito.

José Carlos Cosenzo, Promotor de Justiça em São Paulo

***

Esta “Defesa da Vida no Tribunal do Júri” é obra que extravasa o campo jurídico e oferece ao leitor a experiência e a sensibilidade de quem encontrou na curadoria da vida a sua missão. O autor, com sua técnica, precisão e coerência, oferece àqueles que também possuem a missão de defender a vida reflexões e lições importantes para a condução do corpo social. A obra é indispensável aos que atuam perante o Tribunal Popular.

Ludmilla Evelin de Faria Sant’Ana Cardoso, Promotora de Justiça em Mato Grosso

***

Senso da realidade, honestidade, conhecimento, domínio do Direito e coragem foram algumas das características que me fizeram ficar impressionado com a atuação do Promotor de Justiça César Danilo Ribeiro de Novais no Tribunal do Júri. Em um país marcado pela violência e impunidade é um alento para o povo saber que existem pessoas que dão o melhor de si em suas atividades.

Enio Vinícius Alves Marcon, Professor e Jurado em Mato Grosso

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atuação

Atuação

Contra a Corrupção

Dicionário

iDcionário Aulete

Cartilha do Jurado

Cartilha do Jurado
Clique na imagem. Depois de aberta, clique na parte inferior direita para folhear.

Você sabia?

Você sabia?

Paradigma

O Ministério Público que queremos e estamos edificando, pois, com férrea determinação e invulgar coragem, não é um Ministério Público acomodado à sombra das estruturas dominantes, acovardado, dócil e complacente com os poderosos, e intransigente e implacável somente com os fracos e débeis. Não é um Ministério Público burocrático, distante, insensível, fechado e recolhido em gabinetes refrigerados. Mas é um Ministério Público vibrante, desbravador, destemido, valente, valoroso, sensível aos movimentos, anseios e necessidades da nação brasileira. É um Ministério Público que caminha lado a lado com o cidadão pacato e honesto, misturando a nossa gente, auscultando os seus anseios, na busca incessante de Justiça Social. É um Ministério Público inflamado de uma ira santa, de uma rebeldia cívica, de uma cólera ética, contra todas as formas de opressão e de injustiça, contra a corrupção e a improbidade, contra os desmandos administrativos, contra a exclusão e a indigência. Um implacável protetor dos valores mais caros da sociedade brasileira. (GIACÓIA, Gilberto. Ministério Público Vocacionado. Revista Justitia, MPSP/APMP, n. 197, jul.-dez. 2007)